Tecnologia do Blogger.

Prepare-se para a Redação!

domingo, 9 de agosto de 2015

Como preparar os estudos para o concurso do INSS de 2015?

O concurso do INSS previsto para esse ano de 2015 deve sair a qualquer momento, por isso é importante saber como estudar para o concurso, mesmo antes da divulgação do edital!


Sobre o concurso:

O último concurso do INSS foi realizado em 2013, tendo como banca organizadora a FUNRIO. O concurso foi de nível superior para o cargo de Analista do Seguro Social e ofereceu 300 vagas.

Já para Técnico do Seguro Social (nível médio), o último certame foi realizado em 2011/2012 e oferecia 1.500 vagas, a organizadora do concurso foi a FCC - Fundação Carlos Chagas. Nesta mesma seleção também houve oportunidades para o cargo de Perito Médico Previdenciário.

Nesta nova seleção prevista para 2015, serão ofertadas cerca de 950 (novecentas e cinquenta) vagas para todo o Brasil e salários de até R$ 5.259,87 para nível médio (Técnico) e R$ 7.869,09 para nível superior (Analista).

Além das matérias básicas como português, raciocínio lógico matemático, direito administrativo, direito constitucional e informática, o INSS também cobra matérias específicas: direito previdenciário e ética no serviço público.


Quantas questões é preciso acertar para passar na prova do INSS?

Tendo como base as últimas edições, no mínimo, o candidato precisará acertar 30% das questões referentes aos conhecimentos gerais, 30% dos conhecimentos específicos e 40% de acertos no total das provas. 




Como então estudar para o INSS 2015?

Estude os estilos das bancas anteriores - FCC e FUNRIO (2011/2012 e 2013, respectivamente) - e saiba sobre suas diferentes características. Se depender da FUNRIO, as questões podem ser de nível intermediário, onde o tempo não costuma ser um fator limitante para o candidato. Mas especialistas dizem que o melhor é focar na prova de 2011, mais objetiva e específica para não ter erro.

Também não se pode descartar a CESPE/UnB como possível organizadora, pois é uma instituição sempre bem vista para organizar grandes concursos.

Independente da organizadora, os conhecimentos específicos tem o maior peso da prova.

A prioridade é para as disciplinas de maior peso, mas o candidato não pode esquecer que em um concurso público cada questão é importante e não pode negligenciar nenhum conteúdo.


Mas que matérias focar neste concurso?

- Recomenda-se reservar:

60% do tempo: Legislação Previdenciária.

Foque em textos das leis 8.213/91 (benefícios) e 8.212/91 (custeio). Na primeira lei, o candidato deve focar nos temas segurados e nas normas relativas aos benefícios. Já na lei de custeio, deve atentar para as normas que envolvem a contribuição das pessoas, estudando principalmente os artigos 1º ao 11, 16, 20, 21, 24 e 28 do referido diploma legal.

Quando estudar esta matéria, tenha atenção à literalidade da lei, com grande cuidado para o estudo da lei seca. Cada detalhe deve ser revisado com muito afinco e dedicação.

30% do tempo: Ética no Serviço Público, Regime Jurídico Único, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Raciocínio-Lógico e Noções de Informática.

10% do tempo: Língua Portuguesa.


Trabalho durante a semana, como me preparar?

Para quem trabalha, estude com afinco a teoria no fim de semana e resolva questões durante a semana, fazendo pequenas revisões, quando chegar do trabalho, por pelo menos duas horas.

Sucesso a todos, bons estudos e boa sorte na Prova!

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

E-book Estratégias para Aprovação - Gratuito

  ©Dicas para Concursos - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo